PC elucida homicídio cruel

CANARANA – Tudo começou com o acionamento via PM de que um homem teria sido atropelado por uma carreta na rodovia que chega na cidade, nas proximidades do Balneário do João Manoel, no último domingo, 03.

O que para todos seria um acidente de trânsito e até então era tudo o que se tinha de informação, para a equipe de policiais civis cheirava uma tramoia com interesse de encobrir um crime perverso.

Após uma análise do local de crime o investigador responsável pelo caso constatou que no local foram abandonados alguns objetos que não pertenciam a vítima. Então começaram as buscas a fim de descobrir a verdade sobre o que aconteceu ali.

Mais tarde foi identificado que o corpo encontrado na rodovia se tratava Lindobergue Rodrigues, vulgo “Porcão”. Com o amadurecimento das investigações, a PC descobriu que a vítima havia ido para aquele local na companhia de dois amigos: “Leka” e “Mazinho”, a fim de tomar banho de represa.

Em certo momento Leka e Porcão entraram em luta corporal vindo Leka jogar o rosto da vítima contra um caminhão que passava naquele momento por eles, fato este que motivou a morte de Lindobergue.
Diante da situação, Leka e Mazinho fugiram do local deixando a subentender que a vítima havia morrido por um atropelamento acidental, mas estes não contavam com a astucia e o comprometimento de todo corpo policial na busca pela verdade e justiça.

Resultado disso foi que aproximadamente as 18h00 ambos já estavam presos e já haviam confessado toda a trama criminosa por eles perpetrada. Leka será indiciado pelo crime de homicídio, cuja a pena pode chegar a 30 anos.

Participaram da investigação os policiais civis Marcilon e Luis Conrado sobre a supervisão do delegado Dr. Welber Batista Franco. VIA Jornal OPioneiro

Responder

comment-avatar

*

*