Pelo 2º dia, movimentos sem-terra interditam rodovias federais por agilidade na reforma agrária

Mais uma vez, movimentos sociais sem-terra realizam protestos e bloquearam a BR-364, próximo a cidade de Jaciara, a BR-070 nas imediações do aeroporto de Barra do Garças e 158, próximo a cidade de Nova Xavantina no trevo de Campinápolis. A data de hoje, 29 de julho, é o segundo dia de protesto  pela reforma agrária em Mato Grosso nesta semana.  O movimento agrega representantes do  Movimento de Luta pela Terra (MLT), Treze de Outubro, Associação  União da Vitória e Associação Pitomba.

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) monitora os pontos de interdição e não registra, até o momento, nenhuma situação de conflitos entre os manifestantes e usuários. Somente é permitida a passagem de veículos oficiais e de ambulâncias.

Em entrevista ao Olhar Direto, nessa semana, representantes dos movimentos sociais afirmaram que a ação é pacífica e ordeira. Apesar das críticas, as interdições devem continuar até o fim da semana como estratégia para despertar à atenção para os problemas inerentes ao processo de reforma agrária no país.

Uma das solicitações feitas aos dirigentes em Brasília é quanto a substituição do superintendente do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária em Mato Grosso, Salvador Soltério. Patrícia Neves/Olhar Direto

Responder

comment-avatar

*

*