Período de proibição da pesca nos rios de Mato Grosso termina hoje terça feira

O período de proibição da pesca nas bacias hidrográficas do Araguaia, Amazonas e do Paraguai, em Mato Grosso termina nesta terça-feira (28). A proibição denominada “Piracema” durou cerca de 4 meses. Apenas a pesca caracterizada para a subsistência era permitida.

Balanço parcial divulgado pela Superintendência de Fiscalização (SUF), da Secretaria de Estado do Meio Ambiente (Sema) referente à novembro de 2011 a janeiro deste ano, aponta que foram apreendidos 3.036,56 kg de pescado irregulares, 548 apetrechos utilizados para a pesca depredatória e 17 pessoas foram presas.

Segundo a SUF, 5.156 pessoas foram abordadas e vistoriados, 1.629 veículos, 287 embarcações e 406 empreendimentos (estoques). Somente em janeiro os fiscais da Sema abordaram 2.248 pessoas e vistoriaram 692 veículos, 116 embarcações e 146 empreendimentos.

O superintendente de Fiscalização da Sema, Paulo Ferreira Serbija Filho, fez uma avaliação das ações desenvolvidas, com base nos números registrados neste período de defeso, e destacou como fatores positivos a “manutenção da presença dos fiscais nos rios o que proporcionou maior efetividade às ações de fiscalização e a iniciativa da população denunciando as práticas criminosas”.

Serbija disse também que a Baixada Cuiabana continua sendo uma região de grande pressão de pesca, mas “presença da fiscalização nos rios e a realização de operações no comercio continuam sendo fundamentais no combate à pesca depredatória”. A Piracema é necessária para garantir a reprodução dos peixes

cenario mt com Redação CN

Responder

comment-avatar

*

*