Pesos pesados do PDT vêm lançar Taques para disputar governo de MT; dúvida é sobre presença de Mendes

Pelo menos quatro líderes nacionais considerados pesos pesados devem vir a Cuiabá para o lançamento do senador Pedro Taques (PDT) ao governo do Estado, no próximo dia 30, a partir das 8 horas, no Hotel Fazenda Mato Grosso. Do ministro Manoel Dias, do Trabalho, ao senador Cristovam Buarque (DF), passando pelo presidente nacional Carlos Lupi e o deputado federal José Antônio Reguffe (DF), entre outros, para enaltecer Pedro Taques.

A reportagem do Olhar Direto apurou que, nas hostes do PDT, a principal incógnita é quanto à presença ou não do prefeito de Cuiabá, Mauro Mendes, presidente estadual do PSB, e incentivador da candidatura de Taques. “É importante que todos os apoiadores estejam presentes, indistintamente”, reconhece o presidente regional do PDT, deputado Zeca Viana, anfitrião do evento.

A reportagem do Olhar Direto tentou entrevista Mauro Mendes para confirmar sua presença no evento, mas não obteve êxito.

A convenção estadual do PDT, estrategicamente marcada para o Hotel Fazenda Mato Grosso, na visão da cúpula, serviria como demonstração de força, em manifestação pública pró Taques.

A expectativa do PDT mato-grossense, que em 1994 elegeu o então governador Dante de Oliveira no primeiro turno pela Frente Cidadania e Desenvolvimento, busca no projeto de Taques a grandeza de outrora. O PDT trabalha com a possibilidade de lançar candidatura própria ao governo, com o nome de Pedro Taques. Durante a convenção, pré-candidatos a deputados estadual e federal também serão apresentados.

Zeca e Taques foram eleitos para dirigir o partido em 2011, numa ocasião considerada histórica para os pedetistas, já que há 10 anos não ocorria eleição para o diretório da sigla em Mato Grosso. Com a nova direção, o PDT em Mato Grosso conseguiu se reestruturar.

Nas eleições municipais de 2012, o partido elegeu sete prefeitos e 72 vereadores. Antes eram apenas dois prefeitos e cerca de 50 vereadores. O senador Pedro Taques destaca a sintonia e organização do partido, que concedeu à sigla tranquilidade para um trabalho exitoso.

“Saímos fortalecidos do último processo eleitoral. Mas nossa preocupação não é apenas com a quantidade, mas sim a com qualidade. O PDT tem hoje em seu quadro nomes que podem discutir com propriedade políticas públicas para todas as áreas do nosso estado”, afirmou o senador.

Conforme explica Zeca Viana a organização partidária conferiu aos militantes pedetistas a idealização de um projeto político para 2014. “Mato Grosso merece uma política séria e focada nas pessoas. Esse é o projeto do PDT. E a realização dessa convenção é o pontapé para o início desse objetivo”, disse o deputado.

Além da eleição do presidente e vice, 43 nomes serão escolhidos para compor o diretório estadual. Junto com a convenção para eleição dos dirigentes partidários, também será realizado um congresso sobre a Fundação Leonel Brizola.

Responder

comment-avatar

*

*