Pesquisa KGM aponta vitória de Taques no 1º turno com 57,8% dos votos

Considerando a margem de erro de 3 pontos percentuais, para mais ou para menos, Taques tem entre 54,8% e 60,8%; Lúdio 27,9% a 33,9%; e Janete entre 7% e 13%

O senador Pedro Taques (PDT) deve vencer as eleições para governador no próximo domingo com 57,8% dos votos válidos, contra 31% do petista Lúdio Cabral (PT) e 10% da candidata Janete Riva (PSD). Os números são da KGM Pesquisa, que ouviu 1.100 eleitores em 49 municípios de oito regiões amostrais de Mato Grosso entre os dias 26 e 29 de setembro.

Editoria de arte HiperNotícias

Considerando a margem de erro da pesquisa, que é de 3 pontos percentuais, para mais ou para menos, Taques pode ter de 54,8% a 60,8%; Lúdio pode variar de 27,9% a 33,9%; e Janete tem entre 7% e 13%.

Este resultado representa o cálculo apenas das intenções de voto dos eleitores que indicaram algum nome, já que o resultado que sai da urna no dia da eleição só considera os votos dados aos candidatos, desprezando nulos e brancos.

Editoria de arte HiperNotícias

No universo total de respostas da modalidade estimulada, Taques obteve 42,2%, Lúdio 22,6 e Janete 7,3%. José Marcondes Muvuca (PHS) e José Roberto (PSOL) conquistaram menos de 1% cada. Já os indecisos, nulos e brancos somaram 27%.

ESPONTÂNEA
Na modalidade espontânea, Pedro Taques atingiu 29,8%, Lúdio Cabral 16,6% e Janete Riva obteve 4%. Nenhum e indecisos somaram 49,3%. Muvuca e José Roberto não atingiram 1% somados.

REJEIÇÃO
A KGM também perguntou aos eleitores em qual candidatos eles não votariam de jeito nenhum se as eleições fossem hoje. Janete Riva foi a candidata mais rejeitada, com 26,5%, seguida de Pedro Taques (11,9%), Muvuca (8,3%), Lúdio Cabral (7%) e José Roberto (4,5%). Já 41,8% não rejeitaram nenhum dos candidatos.

METODOLOGIA
A pesquisa KGM é quantitativa domiciliar do tipo survey, por amostragem, com intervalo de confiança de 95%, o que significa que para cada 100 questionários aplicados, em 95% os resultados estariam dentro da margem de erro.

O levantamento foi amostrado por sexo, idade, escolaridade, classe de renda e região de moradia e ouviu apenas eleitores inscritos em Mato Grosso.

A pesquisa, contratada pelo HiperNotícias,  está registrada no Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso (TRE/MT) sob o nº 119/2014 e no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob o nº 906/2014. Escrito por HiperNotícias

Responder

comment-avatar

*

*