PF faz operação contra desvio de verba da saúde e cumpre 113 mandados

Ex-prefeito de Cáceres foi conduzido à delegacia para prestar depoimento.
Cerca de R$ 2,5 milhões foram desviados nos últimos anos, segundo a PF.

A Polícia Federal deflagrou uma operação nesta terça-feira (1º), em Cáceres, a 220 km de Cuiabá, contra desvio de recursos públicos destinados à área da saúde. Estão sendo cumpridos um total de 113 mandados, sendo 30 de prisão preventiva, 17 de prisão temporária, 13 de condução coercitiva e 53 de busca e apreensão, em Cuiabá, Cáceres e Sinop, a 503 km de Cuiabá, e em Goiás.

No estado vizinho, a Operação ‘Fidare’, como foi batizada’, cumpre mandados em Goiânia, Aparecida de Goiânia e Nerópolis, de acordo com a PF. Já foram presos procuradores dos municípios, proprietários e representantes de empresas do setor farmacêutico.

Um dos alvos da operação é o ex-prefeito de Cáceres, a 220 km de Cuiabá, Túlio Fontes. Ele foi conduzido à PF para prestar depoimento. A suspeita é de que tenham sido desviados cerca de R$ 2,5 milhões nos últimos dois anos.

O advogado dele informou ao G1 que o ex-gestor foi encaminhado para a Delegacia da Polícia Federal do município, porém, disse não saber se o cliente teve a prisão decretada. “Ele me ligou dizendo que teve uma busca e apreensão na casa dele, mas não falou que tinha sido preso”, disse José Renato Oliveira. Ele informou que irá se inteirar do teor da operação para então se manifestar a respeito das acusações.

Além do ex-prefeito, a atual vice-prefeita de Cáceres também foi conduzida de forma coercitiva para a delegacia.

Conforme a PF, recursos de três programas federais, sendo eles: Programa de Assistência Farmacêutica, Programa de Saúde da Família e Piso de Atenção Básica à Saúde, destinados à aquisição de medicamentos, eram desviados de diversas formas. G1.MT

Responder

comment-avatar

*

*