PLANTÃO POLICIAL

Cai outra quadrilha de ataques em caixas; servidores públicos envolvidos


Uma quadrilha especializada em arrombamento de caixas eletrônicos com uso de maçarico foi desarticulada pela Polícia Judiciária Civil, no município de Comodoro, região Oeste do Estado . Seis envolvidos foram presos em flagrante, na tarde de quarta-feira, 25. Conforme o delegado Vinícius Prezoto, a quadrilha foi descoberta após a Polícia Militar efetuar a prisão em flagrante de um dos envolvidos. Três servidores da Prefeitura estão entre os presos, acusados de envolvimento com a quadrilha.

Foram presos Márcio dos Santos, 29, Leandro Barbosa Vieira, 28, conhecido por “Polaco”, Sérgio Paulo de Oliveira, 27, conhecido como “Maçarico”, e os guardas municipais da Prefeitura de Comodoro, Aluísio Lara, 32, Elias Ferreira dos Santos, 29, e Adair Arruda da Silva. Todos vão responder pelos crimes de furto qualificado e formação de quadrilha.

Márcio, o primeiro a ser preso tentava arrombar um caixa eletrônico do banco Bradesco localizado dentro da Prefeitura Municipal. “Ele tentou fugir depois que o alarme do caixa eletrônico disparou, mas acabou sendo detido pela PM”, disse o delegado.

Conduzido à delegacia, Márcio foi interrogado e confessou o crime apontando a participação dos outros presos. Em seguida, Leandro e Sérgio foram localizados no município de Campos de Júlio, a cerca de 70 km da cidade de Comodoro.

No decorrer das investigações, a Polícia Civil conseguiu identificar os três servidores da Prefeitura que contribuíam para a prática criminosa. Aluisio, Elias e Adair eram responsáveis pela vigilância do prédio e facilitavam a ação, simulando um roubo. O acusado Elias era estava de serviço no dia do fato e chegou a ser apontado como vítima. Ele recebeu voz de prisão enquanto aguardava na Delegacia para prestar depoimento.

Conforme o delegado, o furto foi segundo crime praticado pela quadrilha no mesmo local, neste ano. O primeiro aconteceu em janeiro e quando estava de plantão o guarda municipal Adair, que chegou a ser amarrado e amordaçado para dissimular sua participação. Mas a quadrilha não conseguiu consumar o arrombamento do cofre por ter disparado o alarme e acabado o oxigênio do maçarico que foi apreendido na residência de Leandro.

Todos os seis foram autuados em flagrante, interrogados e encaminhados à Cadeia Pública local, à disposição da Justiça.

Redação 24 Horas News

Responder

comment-avatar

*

*