PM é preso suspeito de vender motos roubadas em assentamento de MT

Conforme as denúncias, o policial também revendia peças roubadas.
PM já responde por homicídio qualificado e falsidade ideológica.

Um cabo da Polícia Militar foi preso na terça-feira (17) suspeito de vender motos e peças roubadas em um distrito do município de Ribeirão Cascalheira, distante 893 km de Cuiabá. Conforme a polícia, o soldado de 29 anos já responde procedimentos criminais em outras cidades por abandono de posto, homicídio qualificado e falsidade ideológica.

A polícia chegou até o suspeito após várias denúncias anônimas. Os moradores do distrito de Novo Paraíso relataram à polícia que além das peças roubadas, o PM revendia motos furtadas. Com o soldado, os policiais apreenderam uma motocicleta furtada em Goiânia em agosto de 2004 e outras duas motos, que apresentavam restrições administrativas.

Conforme a Polícia Civil, durante o interrogatório, o soldado disse que está lotado em Cuiabá e negou ter conhecimento sobre a origem ilícita do veículo. Mas confirmou que pretendia vendê-la. Conforme o delegado Marcos Leão, pelos depoimentos colhidos e pelas informações anônimas recebidas, há indícios de que o policial militar estava “negociando” as motocicletas furtadas.

O soldado foi encaminhado ao 3° Pelotão de Polícia Militar de Ribeirão Cascalheira e deve ser encaminhado para o 16º Batalhão em Água Boa.

Responder

comment-avatar

*

*