Polícia apresenta envolvidos em crime contra juíza

As Polícias Civil e Militar de Rondonópolis apresentaram na manhã desta terça-feira (02) três dos quatro envolvidos no tentado realizado ontem (01) contra uma juíza da cidade e o marido dela. A Polícia Civil segue com duas hipóteses de investigação a de atentado e de roubo frustrado.

Leandro Pereira, 33 anos, Quésia Aparecida da Silva, 37, Josué Santana de Souza, 23, e Rogério Castro de Moraes, foram indiciados por formação de quadrilha e será investigada a participação de cada um no crime.

De acordo com as novas informações obtidas através das imagens registradas pela câmera de segurança da casa, Rogério teria passado em frente a casa das vítimas e aguardado na esquina o momento certo de agir. Ao perceber que a juíza se aproximou do portão para trancá-lo ele sacou a arma e ordenou que ela o abrisse, a mesma então se afastou do portão e chegou próximo ao carro, momento este em que o suspeito efetuou disparos contra o marido dela, que conduzia o veículo. Ele já havia sofrido um atentado há quatro meses.

A juíza então pegou a arma e disparou contra o suspeito. O tiro entrou no peito e saiu nas costas de Rogério que neste momento passa por cirurgia no Hospital Regional de Rondonópolis. Ele foi preso após dar entrada no Pronto Atendimento de Guiratinga.

Os três suspeitos afirmam que apenas estavam ajudando no socorro de Rogério e não sabiam o que havia ocorrido. O ex-policial Militar Leandro foi o primeiro a prestar socorro para o suspeito. Eles negam saber de qualquer coisa e estar envolvidos no crime.

EXONERAÇÃO

De acordo com o Comandante do 5º Batalhão, Major Sandro, Leandro Pereira era lotado em Rondonópolis e foi exonerado há quase dois anos por ter uma conduta incompatível, ele é usuário de drogas.

Ele estava sendo procurado pela PM por não ter entregue a carteira de identificação e outros materias. Agora MT

Responder

comment-avatar

*

*