Polícia “caça” bando da dinamite que usa arma capaz de derrubar até avião

Mais de 100 homens entre policiais civis e militares, com reforço da Polícia Rodoviária Federal (PRF) e do Grupamento Aéreo (Graer). Os policiais sabem, que na frente deles tem um bando bem organizado, com muita retaguarda e armas pesadas, pelo menos duas delas capaz de derrubar avião

É o crime Organizado “trabalhando” para levantar dinheiro para o Primeiro Comando da Capital (PCC). Na ultima terça-feira (04), pelo menos seis homens fortemente armados, inclusive com fuzis, assaltaram um carro forte que transportava mais de R$ 300 mil. Pasmem: os bandidos trocaram tiros com a Polícia Rodoviária Federal (PRF). O bando também incendiou e abandonou o carro.
A ação criminosa aconteceu nas BRs-364/163, na altura da cidade de Nobres (Médio Norte, a cerca de 150 quilômetros da Capital de Mato Grosso). Logo após o assalto começou uma grande caçada. Mais de 100 policiais civis e militares, com agentes da PRF e apoio do Grupo de Combate ao Crime Organizado (GCCO), uma força de elite da Polícia Civil.
Os bandidos, segundo ainda a Polícia, estavam em dois carros, um deles, um Golf. Os bandidos chegaram a atirar contra o veículo blindado que transportava o dinheiro, mas ninguém saiu ferido. Apenas a parte interna do carro forte ficou destruída.
Logo em seguida várias viaturas da Polícia Militar com apoio do helicóptero do Grupamento Aéreo (Graer), iniciaram uma verdadeira caçada aos assaltantes. Na fuga, os bandidos fugiram em direção ao Posto Gil para sair na estrada vicinal que dá acesso a Manso, na região de Chapada dos Guimarães.
Só que, no caminho os bandidos foram abordados por duas guarnições da Polícia Rodoviária Federal (PRF). O bando não atendeu os acenos de pare e trocaram tiros outra vez, agora com agentes da PRF.
Na fuga o bando abandonou o veículo Golf na estará de chão que demanda para a região de Manso. O carro, segundo a PRF, foi incendiado totalmente. Os bandidos entraram em outro carro que já estava esperando para dar apoio e despistar a Polícia. A caçada continua.
24 Horas News

Responder

comment-avatar

*

*