Polícia Civil apreende dois menores por participar e difundir cenas de sexo com criança em Cuiabá

Assessoria/PJC-MT

Dois adolescentes que difundiram imagens de uma criança masturbando outro menor na internet foram apreendidos pela Delegacia Especializada do Adolescente (Dea), nesta segunda-feira (11.11). Um dos adolescentes, de 15 anos, aparece em cenas de masturbação explicita praticada pela criança com idade entre 6 e 7 anos.

As imagens foram gravadas e difundidas nas redes sociais por outro  adolescente de 13 anos, que no vídeo de cerca de 1 minuto e 30 segundos, instiga o menino de 7 anos, a masturbar o colega, dentro do quarto de uma casa no bairro Shangri-lá, em Cuiabá.

De acordo com o delegado, Eduardo Botelho, o vídeo foi postado no Facebook e passado para vários contatos via whatsapp. “Essas imagens acabaram indo para em vários órgãos de segurança e passamos a investigar para descobrir o autor”, disse o delegado.

O delegado disse que as cenas são bastante implícitas e mostram a criança, ainda não identificada pela Polícia, sendo estimulada pelo menor de 13 a praticar os atos libinosos no adolescente de 16 anos. “Nesse caso a criança foi submentida a um ato libidinoso e fica claro que não teria sido a primeira vez”, explica o delegado.

A criança seria moradora do interior e a mãe amiga da mãe do menor onde as cenas foram gravadas.

O adolescente de 13 anos vai responder ato infracional de estupro de vulnerável, por ter participado do ato e pelo artigo 240, do Estatuto da Criança e do Adolescente (Eca), por “produzir, reproduzir, dirigir, fotografar, filmar ou registrar, por qualquer meio, cena de sexo explícito ou pornográfica, envolvendo criança ou adolescente” e ainda no artigo 241-A, do Eca, que trata de “ oferecer, trocar, disponibilizar, transmitir, distribuir, publicar ou divulgar por qualquer meio, inclusive por meio de sistema de informática ou telemático, fotografia, vídeo ou outro registro que contenha cena de sexo explícito ou pornográfica envolvendo criança ou adolescente”.

 O menor de 15 responde por estupro de vulnerável. Os menores estão na Delegacia do Adolescente e passaram por interrogatório durante esta semana.

Responder

comment-avatar

*

*