Polícia Civil autua em flagrante casal pela morte de bebê

 

Assessoria/PJC-MT
O casal acusado do homicídio do filho, um bebê de 2 meses, foi autuado em flagrante, na Delegacia Especializada de Homicídios e Proteção a Pessoa (DHPP), da Polícia Judiciária Civil, na manhã desta segunda-feira (06.01). O pai André Luiz Pinto de Souza, 22 e a mãe, Tainara de Araujo Pinto de Souza, 19, foram presos após a criança ser levada já morta para o hospital.
De acordo com a delegada da DHPP, Anaíde Barros, que lavrou o flagrante, o casal discutiu na noite de sexta-feira (03) e o pai jogou o bebê em um colchão no chão. No sábado (04), a mãe percebeu que o bebê estava com uma lesão na cabeça, além de apresentar febre e sinais convulsivos.
Em depoimento, os pais contaram que decidiram não levar o filho ao médico, por ele estar com várias lesões pelo corpo de mordidas que eles davam durante “brincadeiras” com o bebê. Após passar o dia com os sintomas, o bebê morreu por volta das 00 horas, quando o casal procurou um pastor e juntos decidiram levar o corpo até o hospital.
No hospital, a polícia foi acionada e o casal foi preso em flagrante. Pai e mãe foram conduzidos à delegacia e autuados em flagrante pelo crime de homicídio doloso, quando há a intenção de matar. De acordo com a delegada, mesmo sendo o pai o autor da ação, a mãe responderá como coautora do crime uma vez que foi conivente com a omissão de socorro da criança.
Assessoria de Comunicação Social/PJC

 

Responder

comment-avatar

*

*