Polícia Civil investiga atropelamento de indígena na BR-158, entre os municípios de Água Boa e Canarana

Corpo de índio xavante foi encontrado por policiais rodoviários na BR-158.
PRF ainda não identificou motorista suspeito de atropelar indígena.

A Polícia Civil vai investigar a morte por atropelamento de um indígena nesta quinta-feira (22). De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), o corpo da vítima foi encontrado nesta madrugada na BR-158, entre os municípios de Água Boa e Canarana, a 736 e 838 quilômetros de Cuiabá, respectivamente.

“Recebemos a informação de que um corpo estava sobre a pista e quando chegamos nos deparamos com o índio morto”, relatou o policial rodoviário Luiz Márcio ao G1.

O corpo da vítima foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML) de Água Boa. O perito criminal Flávio Rabelo informou ao G1 que o índio foi morto após ter sido atropelado na rodovia. O motorista que, supostamente, atropelou o indígena ainda não foi identificado pela PRF.

Membros da Secretaria Especial de Saúde Indígena (Sesai) em Água Boa se deslocaram até o Instituto Médico Legal (IML) da cidade e informaram que o índio morto é da etnia xavante, no entanto, não identificaram a vítima. De acordo com o órgão, não há nenhuma informação de que um índio tenha desaparecido nas proximidades. O caso deve ser encaminhado ao Sesai em Barra do Garças.

Responder

comment-avatar

*

*