Polícia Civil prende foragido do Mato Grosso em Uberlândia, MG. Um mandado de prisão preventiva foi expedito há 18 anos pela comarca de Canarana

Na manhã de quinta-feira (27), foi preso em Uberlândia um foragido da Justiça suspeito de cometer dois homicídios em cidades do Mato Grosso. Contra ele há um mandado de prisão em aberto expedido há mais de 20 anos, época na qual um dos assassinatos ocorreu. O homem é deParacatu, mas informou à polícia que morava em Uberlândia há cinco anos. E de acordo com a Polícia Civil, ele negou os crimes.

Ciro Alves Pacheco, de 50 anos, foi apresentado à impressa durante a tarde pela Polícia Civil. Ele é suspeito de cometer dois homicídios no Mato Grosso. Um mandado de prisão preventiva foi expedito há 18 anos pela comarca de Canarana, onde ele teria matado Donato Gomes da Silva. O outro mandado é de 2005, da comarca de Ribeirão Cascalheira. O documento não informou o nome da vítima.

“Fizemos contato com a polícia de Mato Grosso e constatamos que realmente havia esses mandados. A equipe de investigadores de homicídios fez uma campana e conseguiu prender o autor”, explicou o delegado Helder Carneiro.

Ciro, que é natural de Paracatu, no Nororoeste de Minas Gerais, negou os crimes. Ele disse que está em Uberlândia há cinco anos.  “Será dado cumprimento ao mandado de prisão e será encaminhado para o Presídio Jacy de Assis provisoriamente. Faremos contato ainda hoje com as comarcas competentes para comunicar o fato e com certeza ele será recambiado para o Mato Grosso”, concluiu o delegado.

(Foto: Reprodução / TV Integração)

Responder

comment-avatar

*

*