Polícia Civil prende líder de quadrilha que assaltou banco de Colniza(MT)

FOTODOTIC383OA Polícia Judiciária Civil prendeu o líder da quadrilha que assaltou uma agência do Sicred, na cidade de Colniza (1.065 km a Noroeste da capital), em 10 de novembro de 2011. O acusado  é Marciene Ornelas Meneguci,conhecido por “Tião”, que usava desde 2006 nome falso de Carlos Alberto Pimentel Meneguci.

O acusado tem cinco mandados de prisão em aberto, decretados pelos estados do Rio Grande do Sul, Paraná, Mato Grosso, Minas Gerais e Rondônia. Ele também é investigado em envolvimento em crimes de sequestro e pistolagem, sendo um homicídio praticado no Estado de Goiás.

De acordo com as investigações, Meneguci foi reconhecido por testemunhas em Colniza no assalto praticado a agência do Sicredi e tentativa de roubo ao banco Bradesco em novembro passado…

O acusado foi preso na agência do Ciretran de Várzea Grande por policiais da Delegacia Especializada de Roubo e Furtos (Derf), em ação conjunta com a Delegacia de Colniza. “Descobrimos que ele iria tirar uma carteira de habilitação”, disse que o delegado Roberto Amorim. “A participação dele no novo cangaço é clara. Trocamos informações com a delegacia de Colniza e conseguimos identificar o assaltante”, completou.

O delegado informou, que a Delegacia recebeu informação de que o assaltante escondia armas em um assentamento rural, em Várzea Grande, mas em buscas realizadas o armamento não foi encontrado.

O irmão do assaltante, Vânio Ornelas Meneguci, está preso em Colniza desde o dia 14 de novembro de 2011, quando a polícia prendeu também Evandro Bulhões Cirqueira, 40. No esconderijo, os policiais encontraram três das armas utilizadas no assalto, um fuzil 762, uma escopeta calibre 12 e uma submetralhadora calibre 30. Também foram apreendidos materiais utilizados na logística, como roupas, alimentos e veículos, além da recuperação de parte do dinheiro roubado, cerca de 80 mil.

De acordo com o delegado de Colniza, Arnaldo Sottani, os dois suspeitos presos estavam com mandados de prisão em aberto. Um deles, Vânio era foragido por crime de homicídio praticado no município de Comodoro há cerca de 10 anos.

sonoticias

Responder

comment-avatar

*

*