Polícia Civil prende ‘maníaco’ acusado de estuprar e assassinar adolescente em Barra do Garças.Antes do crime, o acusado permaneceu três dias em Barra do Garças depois de passar pelas cidades de Querência e Canarana

Após três meses de investigação, a Polícia Judiciária Civil de Mato Grosso em ação conjunta com a Polícia Civil de Goiás prendeu na semana passada, na cidade de Luziânia (GO), um homem acusado de estupro, homicídio e ocultação de cadáver de uma adolescente de 15 anos, do município de Barra do Garças.
O acusado Edson de Jesus Silva, 37, conhecido como “O maníaco de Luziania” é considerado um individuo de alta periculosidade devido à crueldade de seus crimes, condenado a 97 anos de prisão por vários crimes praticados.
A adolescente L.S.T. foi assassinada no dia 10 de junho deste ano em uma obra no bairro Jardim Nova Barra, em Barra do Garças. A menor foi encontrada com sinais de violência física e sexual, na manhã do dia 11 de junho, por pedreiros que trabalhavam na construção.
Segundo as investigações, a garota foi vista pela última vez na companhia de um homem que morava em Brasília, no Distrito Federal, e que rondava os postos de combustíveis na região do bairro Jardim Nova Barra, em Barra do Garças.
Em diligências, a equipe de investigadores Delegacia Municipal de Barra Garças se deslocou até Luziânia (GO) e depois de 16 horas de cerco em uma mata próxima ao  suposto esconderijo do acusado, os policiais conseguiram prender o maníaco na residência de amigos. A ação contou com cerca de 30 policiais civis de Mato Grosso e Goiás.
Antes do crime, o acusado permaneceu três dias em Barra do Garças depois de passar pelas cidades de Querência e Canarana, fugindo da Justiça pela condenação em diversos crimes.
Condenado a 97 anos de reclusão, o acusado é responsável pelo assassinato de outras oito pessoas. O caso de maior repercussão foi um triplo homicídio cometido em 2004, quando o pai e dois filhos foram brutalmente mortos a golpes de marreta, em seguida ateando fogo nos corpos para encobrir o crime. Enquanto estava preso em Luziania, GO, Edson também foi acusado de matar de maneira brutal um colega de carceragem.
CAMILA MOLINA

Responder

comment-avatar

*

*