Polícia Civil recupera 21 cabeças de gado furtadas em Ribeirão Cascalheira

Para o delegado de Ribeirão Cascalheira, Deuel Paixão Santana, o crime só pode ser solucionado devido ao excelente trabalho empenhado pela equipe de investigadores.

O caso foi solucionado pela Polícia Civil de Ribeirão Cascalheira

Vinte e uma cabeças de gado furtadas de uma fazenda em Ribeirão Cascalheira, na noite de terça-feira (14.10), foram recuperadas pela Polícia Judiciária Civil, no domingo (19.10). Três pessoas são acusadas de envolvimento no crime, Milton Neres Santana, o “Milton sem camisa”, será indiciado por furto e falsidade ideológica, Guilherme Pinezzi Onório e um segundo suspeito identificado como “Gauchinho” responderão por receptação culposa.

As cabeças de gado foram furtadas durante a noite da Fazenda Nossa Senhora das Graças, no município de Ribeirão Cascalheira. As investigações iniciaram no dia (17) quando o proprietário do gado percebeu o furto e comunicou a Polícia. Após diligências, policiais da delegacia de Ribeirão Cascalheira conseguiram esclarecer o crime.

De acordo com as investigações, o gado furtado foi levado pelo acusado Milton para a Fazenda Agroeste, de propriedade de Guilherme Pinezze e gerenciada por “Gauchinho”, que recebeu a mercadoria. O gado furtado foi apreendido na fazenda. Os suspeitos identificados serão indiciados na conclusão do inquérito.

Para o delegado de Ribeirão Cascalheira, Deuel Paixão Santana, o crime só pode ser solucionado devido ao excelente trabalho empenhado pela equipe de investigadores, José Luiz e Pedro Dias. “Temos muito orgulho da equipe de investigadores da nossa delegacia, que diligenciaram diuturnamente até às 23 horas, mesmo em dias de folga do plantão, em uma prova de grande empenho para esclarecimento do caso”, elogiou o delegado. Agencia da Noticia 

Responder

comment-avatar

*

*