Político que compra voto é ladrão, diz padre pré-candidato a prefeito de Aragarças na divisa de MT com GO

O padre detona a compra de votos e pede eleitor para pegar dinheiro e votar em outro candidato

O padre Alberto Ferreira, pré-candidato a prefeito em Aragarças-GO, divisa com Barra do Garças, lançou uma campanha que promete polemizar na divisa de MT e GO. Com argumento de que todo político que compra voto é ladrão porque rouba a consciência dos eleitores, o religioso está incentivando as pessoas a pegar o dinheiro oferecido pelos políticos e votarem em outros candidatos.

Alberto lançou a campanha na Rádio Universitária FM onde é o diretor. “Toda campanha tem político comprando voto e ninguém faz nada”, frisou. Desta vez, ele pretende contribuir discutindo o problema com a sociedade.

O religioso disse que a população precisa acordar para os políticos que gastam R$ 100 mil a R$ 300 mil para se elegerem vereadores e depois ficam subordinados aos prefeitos ou fazendo coisa errada para recuperar o dinheiro investido.

Alberto disse que ficou sabendo de políticos já com dinheiro separado para usar deste subterfúgio na campanha. “Não adianta falar para não pegar, porque alguns eleitores estão precisando, mas o certo é orientá-los para não votar nos compradores de voto e sim em outros candidatos”, acrescentou.

O padre pediu apoio do restante da mídia para divulgar a campanha. Ele pretende soltar inserções e debates sobre o voto consciente.

Alberto é pré-candidato a prefeito do Partido Comunista Brasileiro (PCB) no município goiano de 19 mil habitantes, que ainda tem as pré-candidaturas de Aurélio Mendes (PSDB), Vladimir Marcelo (PT), Léo Leão (PMDB), Isac Victor (PPS), Arthur Albuquerque (DEM) e Nego Leão (PR).

Ronaldo Couto-olhar direto

Responder

comment-avatar

*

*