Ponte do rio Água Suja quebra de novo, interditando a MT-326

Mais uma vez a ponte sobre o rio Água Suja na MT-326 entre Nova Nazaré e Água Boa quebrou pela passagem de um caminhão truque. O acidente ocorreu por volta do meio dia desta terça-feira, quando Adilson da Silva Rodrigues passava com seu caminhão Mercedes Benz carregado com 14 toneladas de milho. Ele fazia o trajeto de Querência para São Miguel do Araguaia, Goiás. Segundo o caminhoneiro que nunca tinha transitado pela rodovia do Calcário, a situação da ponte demonstra a calamidade que se encontra a rodovia estadual. Afirmou que por ali acabara de passar um bi-trem carregado de calcário.

Ele disse que para essa rodovia que tem um trânsito de caminhões carregados, a única saída é a construção de pontes de concreto. O caminhão quebrou com parte do assoalho da ponte, danificando os eixos. A saída é Adilson descarregar a carga de milho, retirar o caminhão da ponte quebrada com ajuda de guincho, para depois liberar a ponte para as devidas reformas. Isso deve demorar cerca de dois dias, prazo em que a MT-326 estará interditada entre Nova Nazaré e o antigo Auto Posto Rei da Estrada. Enquanto isso, todo o trânsito pesado vai passar pela MT-240 entre Nova Nazaré e Águia Boa. Isso significará mais prejuízos para Água Boa, pois as pontes neste trajeto também sofrerão desgaste devido ao aumento do fluxo de caminhões pesados. O produtor rural Jaime Miguel Milani de Canarana considerou uma situação vergonhosa, aumentando os prejuízos dos produtores, pecuaristas e transportadores de cargas. Milani cobrou da classe política, do governador e dos deputados que prometem e nunca investem em estradas e pontes.

Jaime declarou que sempre paga impostos via Fethab, mas que nunca vê a contrapartida do governo do estado. Natalício da Paz da Transportadora Bom Futuro também desabafou pela situação de abandono em que se encontra a Rodovia do Calcário. Ele disse que sabia da necessidade de reforma da ponte há 15 dias, mas isso não foi feito pelo governo. Ressaltou que o desvio da rodovia aumenta os prejuízos para os transportadores de cargas. Natalício destacou que o acidente poderia ter sido fatal para o caminhoneiro. A sugestão do Departamento de Jornalismo para o caminhoneiro e o proprietário do caminhão acidentado, que acione o Estado, responsável pela manutenção da rodovia estadual.

Interativafm

Responder

comment-avatar

*

*