Posto da Mata está vazio, famílias começam a refazer suas propriedades

Produtores estão doando terras para quem tem interesse em lutar pela área, Suiá Missú pode se tornar agora um Grande Assentamento

O Posto da Mata está vazio, mas não porque a Polícia retirou os ex-produtores, mas sim porque as famílias decidiram entrar nas terras, são cerca de 300 famílias que retornaram para suas propriedades e já começaram a reconstruir o que foi destruído pela FUNAI.

Em reunião nesta terça-feira(28) no Posto da Mata as famílias decidiram que não iriam mais permanecer juntas no Posto, mas sim cada um na sua área de terra. “Já começamos a reconstruir nossas casas e vamos permanecer no local. Nossa vida está aqui e daqui não vamos sair”, disse um dos produtores ao Agência da Notícia que está no local e tem acompanhado todo o processo de retorno do ex-produtores da Suiá Missú.

A estratégia das famílias é dificultar o trabalho da Polícia em expulsa-las novamente da área. Já que são 165 mil hectares, portanto uma área bastante grande, e 300 famílias já estariam de volta às propriedades. A expectativa é de que uma nova operação de desintrusão aconteça.

Outro agravante é que a região pode se tornar num Grande Assentamento dos Sem Terras, já que os produtores estão convidando gente do Brasil todo que tem interesse em ter um pedaço de terra para somar. “Quem tem área grande dentro da Suiá Missú já abriu mão de 50% para quem tem interesse. Vamos dar a terra para quem precisa e não pra um Governo sujo e corrupto como  esse que transformou gente trabalhadora em bandido e fugitivo da Polícia”, argumentou um outro fazendeiro que diz que caso seja necessário vai doar toda a sua terra para os interessados. “Doo tudo, mas não deixo para esse Governo”, disparou.

Ainda segundo informações repassadas ao Site Agência da Notícia, apenas três agentes da Polícia Federal estavam em Alto Boa Vista, mas já seguiram para Barra do Garças.

A desintrusão foi autorizada pelo Juiz Federal Sebastião Julier que hoje é um pré-candidato ao Governo do Estado e que tem forte ligação com o Bispo Dom Pedro Casadagla de São Felix do Araguaia, o bispo que tem forte relação com o Governo do PT, inclusive com a própria Presidente Dilma Rousseff e com a Secretária dos Direitos Humanos Maria do Rosário.

O Presidente da APROSUM- Associação dos Produtores da Suiá Missú Sebastião Prado tinha uma reunião marcada para esta terça-feira (28) com o Presidente do STF Daniel Paes, a reunião seria para tratar do assunto, e seria acompanhada pelo Advogado dos Produtores Luiz Alfredo e do Governador do Estado Silval Barbosa do PMDB, porém de acordo com Sebastião Prado o Governador remarcou o encontro para a próxima semana.

Os ex-prodotures exigem uma resposta do Governo Federal, eles querem a terra de volta ou então uma indenização, cogita-se ainda a possibilidade de uma permuta de área. A revolta maior dos ex-moradores da Suiá Missú é o descaso do Governo Federal com a situação já nenhuma resposta é dada aos produtores. Camila Nalevaiko/Via Agenciada Noticia

Responder

comment-avatar

*

*