PREFEITO EVALDO DE CANARANA DENUNCIA DESCASO DA ADMINISTRAÇÃO PASSADA

O novo Prefeito de Canarana, Evaldo Osvaldo Diehl, em entrevista ao Programa Convocação Geral, apresentado por Robinson Braz, na Rádio Comunitária Vida Nova, denunciou diversas situações de descaso deixadas pela administração passada de Walter Lopes Faria e Nega. Entre elas, destacou a situação precária do parque de máquinas, que foi entregue sem nenhuma delas em condições de uso. Muitas sem pneus, outras com pneu aparecendo a câmara, outras sem freio, motores sem troca do óleo lubrificante a mais de quatro meses, problemas na lataria e uma série de outros problemas. Até o momento a Secretaria de Obras conseguiu recuperar três caminhões e uma carregadeira no intuito de fazer um esforço para recuperar as estradas do interior e garantir o transporte da safra de soja.

Segundo o Prefeito Evaldo, o prefeito Walter deixou dívidas para serem pagas como a campanha de cirurgia de cataratas, passagens na Viação Xavante, contas de telefone, água e energia em atraso. Com o INSS e Prevican ficou uma dívida parcelada para ser paga. O prédio da Prefeitura, embora foi feito recentemente, apresenta muitos problemas de goteiras e infiltração de água, sendo necessários baldes nos dias de chuva forte. Tudo isso está sendo resolvido, mas vai ser necessário um prazo. Por isso o Prefeito pediu a compreensão dos munícipes.

Evaldo falou também da sua participação no Encontro Nacional de Prefeitos e Prefeitas em Brasília nos dias 28 a 30 de janeiro. Na ocasião visitou os gabinetes dos parlamentares mato-grossenses levando pedidos de recursos em benefício do Município de Canarana. De Brasília o Prefeito seguiu para Cuiabá onde participou da eleição do novo presidente da Associação Mato-grossense dos Municípios e esteve junto a Caixa Econômica e a Secretaria da Agricultura para resolver pendências do Município deixadas pela administração passada. Os convênios para asfaltamento do Bairro União e construção de casas populares no Garapu ficaram sem a devida prestação de contas e alguns documentos referentes a convênios feitos pela administração passada ainda não foram localizados. Todas essas pendências impedem o município de receber novos recursos.

O Prefeito Evaldo destacou que no final da administração 2001/2004, que esteve à frente do Poder Executivo, deixou toda a documentação em dia, por saber que esse é o dever do administrador, pois essa documentação não pertence ao prefeito, mas sim a toda população do município.

Responder

comment-avatar

*

*