Prefeitura de Novo Santo Antônio está quebrada avalia gestor

Entre as principais reclamações dos prefeitos de primeiro mandato pelo Norte Araguaia, está a herança deixada pelos antecessores, a maioria dos atuais gestores reclama de dívidas e falta de documentação para tocar a cidade, como as certidões que são exigências de órgãos federais e estaduais para parcerias e convênios.

Em uma série de entrevistas feitas pelo Agência da Notícia, pudemos perceber as dificuldades dos atuais gestores em lidar com essas problemáticas.

No final de janeiro, a reportagem conversou com o Prefeito da pequena cidade de Novo Santo Antônio, Eduardo Penno (PMDB), o peemedebista também reclamou da situação ruim deixada pelo ex-gestor, que além de dívidas teria deixado a situação do município muito pior com o sucateamento dos equipamentos e veículos. “Nosso sistema de saúde está vinculado à Água Boa, distante 350 km do município, nossa ambulância está impossibilitada de andar, o conserto dela fica altíssimo, estamos sem veículos, estamos trabalhando com carro locado, dia 10 conseguimos contratar um médico, sem nenhum medicamento, as condições do Posto de Saúde precária”, reclamou o prefeito em relação à pasta da saúde que mais pesa para o município neste inicio de mandato segundo ele.

Penno disse ainda que a administração em um todo terminou 2012 com bastantes problemas e em situação precária, “os caminhões quebrados, nenhum veículo do gabinete andando, computadores com defeitos, queimados, escolas com carteiras todas danificadas para o começo das aulas, todos os veículos faltando revisão, os ônibus escolar que são do governo todos atrasados, é lamentável, a gente imagina que estava numa situação ruim, mas sinceramente não pensei que chegasse á tanto”, disse.

O prefeito explicou que diante de tantos problemas está tentando regularizar a situação na medida em que a arrecadação está entrando nos cofres públicos, “reformamos os ônibus para o começo das aulas, na saúde estamos correndo atrás de uma ambulância em Cuiabá em comodato, pelo menos para poder suprir a necessidade do município”, completou.

Ao ser questionado sobre as prioridades para a administração o prefeito Eduardo Penno disse que o saneamento básico está entre as prioridades. “Temos um problema de fornecimento de água potável, com isso geramos um problema na saúde, e por último vamos trabalhar o homem do campo, o município é formado por pequenos agricultores, nós temos que trabalhar para que o produtor possa trabalhar e viver com dignidade”, finalizou o prefeito. Agencia da Noticia

Responder

comment-avatar

*

*