Professores fazem assembleia nesta 2ª e conselho recomenda continuar greve

O Conselho de Representantes dos profissionais da rede estadual de educação apontou a manutenção da greve por tempo indeterminado em Mato Grosso. O encontro terminou esta tarde, na capital, com representação de mais de 80 municípios sinalizando que a falta de proposta por parte do governo não justifica o retorno às atividades. A avaliação será encaminhada à asssembleia geral, que será nesta segunda-feira, às 14h, na Escola Estadual Presidente Médici em Cuiabá. A greve completou hoje 34 dias.

Segundo o presidente do Sintep, Henrique Lopes do Nascimento, a insatisfação continua diante da falta de proposta do governo. Após finalizar a proposta na Secretaria de Estado de Educação (Seduc), a pedido do governador, e em seguia o próprio pedir na Justiça a ilegalidade da greve, provocaram a revolta da categoria. “Não há elementos para voltarmos às atividades, por isso, a greve será mantida por tempo indeterminado”.

Os profissionais da educação ainda discutir no Conselho de Representantes o calendário de atividades da próxima semana, que será levado à Assembleia Geral. Os representantes reafirmam a necessidade de exigir os itens da pauta de reivindicações: política de dobrar o poder de compra, garantia da hora-atividade aos interinos, chamamento dos classificados no concurso público, melhoria da infraestrutura das escolas e aplicação dos 35% como prevê a Constituição Estadual. Só Noticias

Responder

comment-avatar

*

*