QUERÊNCIA: Homem sofre descarga elétrica

Um homem sofreu uma descarga elétrica, enquanto realizava serviços em uma obra, na Avenida Central, próximo à Biblioteca Municipal. A vítima seria Lázaro Oliveira.

Segundo informações, ele realizava serviços de pintura no telhado de uma obra, quando encostou nos cabos de uma rede de alta tensão de energia.

A equipe de socorristas do Hospital Municipal, com apoio de populares, realizaram uma verdadeira operação de resgate. A vítima sofreu diversas queimaduras. Ele foi socorrido e encaminhado ao hospital, consciente.

A secretária municipal de saúde, Lubiane Boer, informou que o homem já recebeu atendimento médico, realizou exames laboratoriais e permanecerá internado para acompanhamento de seu quadro clínico, que é estável.

Acidentes envolvendo energia elétrica sobem em 2018

O número de acidentes envolvendo energia elétrica subiu no Brasil em 2018, totalizando 891 contra 863 registrados no ano anterior. O número de episódios com mortes também cresceu, indo de 252 para 271 no mesmo período. Os dados foram apresentado pela Associação Brasileira dos Distribuidores de Energia Elétrica (Abradee).

Na evolução histórica, o aumento dos casos vem ocorrendo desde 2016, após anos de queda dos números anuais. Em 2007, ocorreram 942 incidentes desse tipo. O número foi caindo até chegar a 772 em 2016, quando voltou a subir, atingindo os 891 de 2018.
No caso dos acidentes com morte, o movimento foi semelhante, mas com variação menor. Chegou a 327 em 2007, descendo para 240 em 2016 e voltando a subir até os 271 acidentes em 2018.

O setor com mais casos foi o da construção civil, como contato ou rompimento de cabos no uso de caçambas e guindastes. Na realização de obras diversas, os incidentes envolvendo postes e a fiação elétrica subiram de 64 para 89 entre 2014 e 2018. Segundo a Abradee, esse fenômeno está relacionado à ampliação de obras menores.
Diferentemente dos incidentes em atividades relacionados à construção civil, em outros tipos de prática, houve redução entre 2014 e 2018. Nesse grupo estão ocorrências com cabos energizados no solo (queda de 53 para 20 episódios), com ligações elétricas clandestinas (24 para 12), podas de árvore (13 para 11). (Fonte: Exame)

noticiasinterativa

Responder

comment-avatar

*

*