QUERÊNCIA: Polícia apreende menores

A Polícia Militar na tarde de ontem investigava o assalto da relojoaria Ouro e Prata, quando fizeram a apreensão de dois menores responsáveis por roubar baterias de caminhão na cidade.

Com as imagens do assalto em posse da guarnição, foi efetuado diligencias e abordagens para localizar os suspeitos.

Alguns funcionários da empresa Agritex Case compareceram no local do roubo e olhando as imagens acharam muito parecidos com um de seus funcionários. Através de informações a PM foi até a casa do menor que não se encontrava no local, apenas a sua mãe que se prontificou de ir à relojoaria e olhar as imagens que de imediato disse que parecia com seu filho.

Horas depois a Central de Atendimento da PM recebeu informações do gerente da empresa avisando que o jovem havia chegado do horário de almoço. A viatura se deslocou para o local e abordando o jovem, fez a revista no seu veiculo, onde foram encontrado duas baterias de caminhão produto de furto.

O suspeito que esta sendo investigado se teve participação no rouba da joalheria, vai responder por furto.

Edna dos Santos, mãe do menor, afirmou que não tinha conhecimento que o filho furtava e que por varias vezes alertou o rapaz para não se envolver com certas pessoas. “€œEle comprou esse carro sem minha autorização, ele tinha uma moto e trocou nesse carro sem meu consentimento. Já avisei ele pra não andar com má companhia, mais ele não me escuta, não me ajuda em nada.” Relata dona Edna.

Um outro menor foi preso também acusado de ajudar o outro. Na empresa que trabalhava foram encontradas mais oito baterias, porém o proprietário do local comprovou a procedência dos produtos.

Um dos menores afirmou que roubavam baterias e vendiam por cem reais. “Olhava os caminhões e via qual tava mais fácil para levar, o meu comparsa chegava com o carro e a gente carregava.—

O veículo GOL de placa GOB – 9822 fica apreendido no Detran.

Fonte: Da redação Augusto Camacho querenciaemfoco

Responder

comment-avatar

*

*