Querência: Réu é condenado a 41 anos de prisão por sequestrar e matar a ex-mulher

Crime aconteceu em novembro de 2011 na cidade de Querência.
Outro suspeito de envolvimento no crime ainda não foi julgado.

Um homem foi condenado a 41 anos e 5 meses de prisão em regime fechado por sequestrar, estuprar a matar a ex-companheira na cidade de Querência. O acusado, um servente de pedreiro de 32 anos, havia sido denunciado pelo Ministério Público e o julgamento dele aconteceu nesta sexta-feira. O processo foi desmembrado e outro acusado de cometer o crime ainda aguarda julgamento.

De acordo com o Ministério Público, o réu e o outro acusado armaram uma emboscada para a vítima. Eles a sequestraram e a levaram para uma residência na cidade onde ela teria passado 15 horas em poder dos dois. Durante esse período em que ficou em cárcere privado, segundo o promotor de Justiça que atuou no júri, José Vicente Gonçalves de Souza, a vítima foi torturada e estuprada antes de ser assassinada.

A denúncia apontou que o réu era ex-companheiro da vítima e suspeitou que ela estava tendo relações extraconjugais. Já o outro acusado, que era colega de serviço da vítima, teria participado do crime por ter ficado magoado devido a um comentário feito pela mulher. A vítima teria dito que o acusado era “um homem mole” por ter permitido que a ex-companheira dele o ferisse no rosto durante uma discussão.

Durante o julgamento, os jurados acataram a tese da defesa de que o crime foi cometido por motivo torpe, meio cruel e com a utilização de recurso que dificultou ou impossibilitou a defesa da vítima. G1.MT

Responder

comment-avatar

*

*