Revoltada, população faz pichações em tapumes de obras do VLT

A revolta da população por conta do atraso nas obras do Veículo Leve sobre Trilhos (VLT) ficou evidente nos tapumes que ficam no canteiro centra da avenida do CPA – Historiador Rubens de Mendonça. Várias mensagens criticando os governantes foram deixadas no local.

As principais críticas foram disparadas contra o governador do Estado Silval Barbosa (PMDB) e o deputado estadual José Riva (PSD). Eles são tidos como os responsáveis por trocar o projeto do BRT (Bus Rapid Transit) pelo do VLT.

Outra das críticas fica por conta dos inúmeros buracos que dominam as ruas de Cuiabá e Várzea Grande. Os desvios acabaram não suportando o intenso fluxo de veículos e a cada nova chuva, novas crateras surgem. A prefeitura de Cuiabá vem fazendo um trabalho intenso de pavimentação das ruas da capital. Porém, o mesmo não acontece na cidade vizinha, Várzea Grande, onde as reclamações são constantes.

Nas pichações podem ser lidas frases como: “Cuiabá cidade de gente ou tatu?”, em alusão aos diversos buracos espalhados pelas vias. Há também um ‘convite’ dos manifestantes para que as pessoas pichem sua indignação contra o atual governo e os atrasos da Copa do Mundo de 2014.

Há algum tempo o Consórcio VLT vem sendo notificado para retirar os tapumes da via e providenciar a liberação de todas as pistas, já que os trabalhos não estão sendo feitos no local. A medida deve ajudar a aliviar o transito de uma das principais avenidas de Cuiabá.

 Via Olhar Copa

Responder

comment-avatar

*

*