Secretaria de Saúde orienta sobre a prevenção e cuidado de doenças diarreicas

Casos aumentam e exigem mais cuidados da população

 Durante o período de chuvas, as pessoas estão mais suscetíveis a doenças virais, inclusive as diarreicas. Para evitar danos mais graves relacionados à diarreia, técnicos da Secretaria Municipal de Saúde de Canarana orientam a população sobre os cuidados para evitar o problema.

Segundo a coordenadora de Vigilância em Saúde, Mariza de Quadros, a principal forma de a população evitar diarreias é a prevenção, e todos devem ter um cuidado especial com a água consumida. “É muito importante que a água seja filtrada, fervida e tratada com hipoclorito de sódio”.

A coordenadora informou ainda, que mensalmente é distribuído 1.500 unidades de hipoclorito de sódio gratuitamente à população pelos agentes comunitários de saúde. Porém, qualquer pessoa pode receber o produto nos postos de saúde mais próximos de sua residência. Outra ação importante de prevenção à diarreia é o cuidado na preparação de alimentos, pois poderão ser contaminados durante a manipulação.

Pensando nisso, a Vigilância Sanitária repassa orientações através de palestras, sobre “Boas práticas na manipulação de alimentos”, alertando a todos os estabelecimentos ou profissionais que manipulam, armazenam e comercializam alimentos.

Casos de doenças diarreicas em Canarana – De acordo com dados da Vigilância Epidemiológica, as doenças diarreicas atingiram uma média de 530 casos por ano entre 2011 e 2013. Este ano, até o mês de março foram registrados 281casos, representando um aumento significativo em relação à média registrada nos últimos três anos.

A coordenadora de Vigilância em Saúde informou que através das áreas técnicas, há monitoramento e avaliação das notificações dos casos de diarreia, com o objetivo de prevenir e intervir imediatamente em casos de surtos.

Plano de ação da Secretaria de Saúde – Intensificar a distribuição de hipoclorito para a população; Intensificar o monitoramento da água da central de abastecimento, através da análise laboratorial; A Vigilância Sanitária irá ministrar a todos os profissionais que manipulam e comercializam alimentos, palestras educativas sobre “Boas práticas na manipulação de alimentos”; Criar informativos para população sobre medidas de prevenção; E adoção de um selo de qualidade pela Vigilância Sanitária, aos estabelecimentos que estiverem adequados com as normas higiênicas sanitárias.

Enviado pela Secretaria de Saúde

Responder

comment-avatar

*

*