Secretário da Prefeitura de Novo Santo Antônio é preso acusado de estupro

Antônio Cartucheira, abusava da menina de 11 anos desde os 8. A prisão foi comemorada com fogos pela população de Novo Santo Antônio

A Polícia Civil de Novo Santo Antônio, com apoio da Polícia Militar local, prendeu Antônio Ferreira Brito, de 37 anos, conhecido como “Antônio Cartucheira”, secretário de planejamento da Prefeitura de Novo Santo Antônio, ele é suspeito de ter estuprado a menor M.C.N. de 11 anos de idade, em dezembro de 2013.

A prisão ocorreu por meio de mandado de prisão preventiva representado pelo Delegado Rogério da Silva Ferreira que foi atendido pelo Juiz Pedro Flory Diniz Nogueira da comarca de São Félix do Araguaia.

A representação foi fundamentada nas investigações realizadas pela Polícia Civil que determinou a realização de exame de corpo de delito e concluiu que a vítima passou por conjunção carnal e atos libidinosos conforme alegado por ela.

Além do laudo técnico, a Polícia Civil levantou depoimentos e declarações que demonstram que a vítima já havia reclamado para uma colega sobre os abusos do Secretário. “Ele costumava esperar meu pai sair e ia à minha casa, lá ele puxava minha blusa e fazia outras coisas”, disse a menor em depoimento à Polícia.

Além disso, segundo a Polícia, os abusos acontecem desde que a menor tinha 08 anos. Declarações colhidas pela Polícia Judiciária Civil indicam que o suspeito tinha o hábito de observar escondido as vizinhas dele enquanto elas trocavam de roupa ou tomavam banho.

A Polícia Civil espera que com a prisão de Antônio Ferreira Brito eventuais vítimas ainda não identificadas que possam ter sofrido abusos sexuais cometidos por ele e que não denunciaram na época dos fatos, denunciem os crimes.

“A prisão é um passo importante na manutenção da ordem pública através da prevenção da prática de novos crimes pelo suspeito e no sentido de encorajar eventuais vítimas a denunciar outros casos, já que demonstra que a Polícia e a Justiça estão atentas e que nos crimes contra dignidade sexual a palavra da vítima vale muito, independentemente do crime ter ocorrido há dias, meses ou anos, e de haver ou não testemunhas dos fatos”, disse o delegado responsável pela prisão.

A prisão do secretário de Novo Santo Antônio, foi comemorada com fogos pela população.

Participaram da prisão o escrivão da Polícia Judiciária Civil Antônio Roberto Rodrigues Constante, os soldados da Polícia Militar Mariano Neto de Souza, Glauko Alex Sandro Rodrigues de Lima e Wader Nery, coordenados pelo Delegado Rogério da Silva Ferreira, além do investigador Emerson Evangelista da Silva e do Delegado Vaner dos Santos Neves que participaram ativamente das investigações. Via Agencia da Noticia

 

Responder

comment-avatar

*

*