Secretário diz que MT estuda outras fontes de créditos para liberar R$ 120 milhões para a Arena Pantanal

Mato Grosso vai insistir junto a Caixa Econômica Federal para a liberação de R$ 120 milhões para as obras da Arena Pantanal. A instituição financeira confirmou na quarta-feira a rejeição do empréstimo via Programa de Aceleração do Crescimento – PAC -. O secretário de Comunicação do Estado de Mato Grosso, Carlos Rayel, falando em nome do governador Silval Barbosa na manhã desta quinta-feira disse que os recursos serão através de outra fonte que não mais o PAC.

 O porta-voz do governo assegurou que a conclusão da Arena Pantanal será feita no prazo determinado pelo governador Silval Barbosa: outubro deste ano e que a decisão da Caixa Econômica Federal em não repassar a verba via PAC por não ser um programa destinado a construção de Arena de Futebol não vai afetar o Estado.

 “O governador já foi informado sobre a decisão da CEF em não viabilizar os R$ 120 milhões via PAC. A área econômica do Estado e a Secopa já estão trabalhando no sentido de que forma a instituição financeira poderá fazer o empréstimo. Estamos estudando uma linha alternativa que deverá ser anunciada nos próximos dias”, completou.

 Segundo Carlos Rayel o Estado tem três opções em estudo junto a Caixa Econômica Federal. Elas estão sendo estudadas e não vão afetar os prazos estabelecidos para a conclusão da obra. 24 Horas News

 

Responder

comment-avatar

*

*