Segurança licita caminhões para sete regiões de MT

Quatro empresas do ramo de caminhões-pipas venceram o processo de licitação da Secretaria de Estado de Administração (Sad) que pretende contratar a locação de 38 veículos para combate a incêndios florestais de Mato Grosso, nos municípios mato-grossenses.

O Pregão disponibiliza a contratação de trinta e oito  máquinas  para atender a sete polos regionais do Estado, que, segundo a coordenadoria da Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp) dispõe gastar cerca de R$ 300 mil do orçamento do Plano Plurianual (PPA) para atender aos municípios mato-grossenses. A informação é do coordenador de Orçamento e Planejamento do Corpo de Bombeiros de Mato Grosso, major Vicente Manoel de Deus Neto.

Entre as empresas do Pregão 044/2011, três são de Cuiabá e uma de Várzea Grande. O edital foi publicado dia 19 de julho deste ano no Diário Oficial, que informou o resultado final para futura contratação de locação de veículos caminhões pipas deve auxiliar os serviços de combate a incêndios florestais e urbanos em Mato Grosso. São elas: D.F Lima e Cia Ltda, que deve atender os municípios-polos de Cuiabá, Várzea Grande, Poconé, Chapada dos Guimarães, Nobres, Santo Antônio do Leverger, Rosário Oeste, Nossa Senhora do Livramento, Jangada, Acorizal, Barão de Melgaço e Nova Brasilândia, Rondonópolis, Primavera do Leste, Campo Verde, Poxoréu, Paranatinga, Pedra Preta, Juscimeira, Guiratinga, Itiquira, Dom Aquino,Gaúcha do Norte, São
Pedro da Cipa, São José do Povo, Santo Antônio do Leste, Alto Araguaia, Alto Garças, Alto Garças , Alto Taquari, Barra do Garças, Nova Xavantina, Água Boa, Canarana, Confresa, Vila Rica, Novo São Joaquim, Pontal da Araguaia, General Carneiro, Torixoréu, Araguaiana, Ribeiraozinho, Nova Nazaré, Campinópolis, Querência, Ribeirão Cascalheira, Cocalinho, Araguainha, Ponte Branca, São Félix do Araguaia, Luciara, Alto Boa Vista, Santa Cruz do Xingu, Serra Nova Dourada, Novo Santo Antônio, Cáceres, Pontes de Lacerda, Mirassol do Oeste. Também: São José dos Quatros Marcos , Araputanga, Comodoro, Porto Esperidião, Curvelândia, Lambari do Oeste, Figueirópolis D Oeste, Salto do Céu, Glória D’ Oeste, Idiavaí, Reserva do Cabaçal, Vila Bela da Santísima Trindade, Jauru, Nova Lacerda, Rio Branco, Vale do São Domingos, Conquista D’ Oeste e Rondolândia), com 12 veículos, sendo as regiões que terão mais apoio no combate aos incêndios.
Outra é a Multipark Comércio e Serviço Representação, que prestará o serviço para os municípios vizinhos da região de Tangará da Serra, com quatro unidades. Ela atua na cidade de Várzea Grande. A empresa, que, em fevereiro foi notificada pela prefeitura de Barra do Bugres por descumprir prazos na entrega de seus produtos, ter suspeitas de contaminação de alimentos em seu produtos e por não oferecer condições adequadas para manutenção e qualidade dos alimentos, segundo o Diario Oficial do dia 2 junho.

A terceira classificada é a empresa Niva Aparecida Medeiro Cristiano, a Tricap, que atua na avenida dos Migrantes na capital, que deve atender os municípios vizinhos da região de Rondonópolis com três caminhões. Além do segmento, o estabelecimento aluga outros acessórios
de máquinas como caçambas para veículos pequenos. Já a quarta colocada, a Planeta Adminstração de Serviços Ltda. EPP, com três unidades para dar atendimento aos municípios circunvizinhos da região de Alta Floresta.

Os veículos variam os custos entre R$ 9.410,00 e R$ 14.041,66, que somam um montante de R$ 163.354,41 de investimentos, que serão investidos pela pasta da Segurança Pública num prazo de 12 meses, conforme as especificações e normativa do edital.
“A locação dos caminhões faz parte do PPA Participativo que deve atender as cidades que possuem postos do Corpo de Bombeiros da demanda de ocorrer focos incêndios entre o período de julho a
setembro”, explicou o major, que informou que a escolha pela locação é pelo fato de ter que obedecer a normativa do edital da Sad.
Segundo o coordenador da Sesp, os recursos são do próprio orçamento do Corpo de Bombeiro, que antes de atender as necessidades dos municípios, deve analisar primeiro os pedidos das prefeituras se há postos nesses locais, para agilizar o serviço de segurança. “A prioridade desse pregão deve beneficiar Cuiabá e Várzea Grande, por ter uma demanda maior de necessidades”, justificou.
O representante da D.F Lima & Cia Ltda, Célio Rodrigues da Silva, informou que a prestação do serviço ainda não está definido porque depende da necessidade da pasta do governo. “A licitação tem um prazo e muitas vezes o cliente solicita para um certo período que depende do
empenho. A convocação pode ser adiada, mas não indica que a empresa será a contratada”, explicou Silva.
De acordo com a assessoria da Sad, o processo para locação dos caminhões encontra-se em andamento. Após a entrega dos caminhões o Corpo de Bombeiros ficará responsável pela distribuição dos veículos entre Cuiabá e Várzea Grande, que serão prioridades. E para os
municípios do interior do Estado ainda não há previsão da entrega de veículos para Corpo de Bombeiros. “É importante ressaltar a preocupação do Governo de Mato Grosso em reforçar os trabalhos contra incêndios e todo o Estado”, conclui Marjor.

Queimadas em MT

O Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe) indicou que no período de 01 de janeiro a 12 de julho deste ano foram registrados em Mato Grosso 12.408 focos de calor. Esse número representa uma redução de 47,42% no número de focos registrados no Estado, em relação ao mesmo período no ano passado. Em 2010, os focos registrados em Mato Grosso no mesmo período somaram 23.587. Segundo dados informações obtidas pelo satélite NOOA 15 (noite) os municípios que mais queimaram este ano, até agora, foram Gaúcha do Norte, Nova Ubiratan, Nova Mutum, Feliz Natal e Santa Rita do Trivelato.

Everaldo Galdino – Da redação

Foto: Divulgação

Responder

comment-avatar

*

*