Seis mil estão isolados, sem combustível e gás em Mato Grosso

Cerca de 6 mil moradores do distrito de Conselvan, localizado no município de Aripuanã, a 976 quilômetros de Cuiabá, estão sem gás de cozinha, combustível e alimentos perecíveis. Há cerca de 15 dias, a região está isolada devido às más condições da MT-208. Os caminhões estão parados e não conseguem chegar na região. Além dos atoleiros na estrada de terra, a Prefeitura de Aripuanã informa que o rio Tucanã transbordou e impossibilita o acesso à comunidade. A estrada fica em uma área indígena.
Por causa do isolamento, produtores rurais do distrito, situado a aproximadamente 80 quilômetros de Aripuanã, estão sendo obrigados a jogar leite fora porque não conseguem transportá-lo. “A economia do município ficou totalmente prejudicada, porque os pecuaristas não conseguem vender o gado, madeireiros têm dificuldades para transportar carga e o município não consegue faturar nada”, disse o prefeito Ednilson Faitta.
Ele disse que alguns moradores estão atravessando de barco e, em caso de pessoas doentes, o transporte é feito de avião, já que por meio terrestre é impossível  por causa dos atoleiros. “Em caso de doença, somente de avião, o que tem elevado muito o custo da Prefeitura”, reclamou o prefeito. Inclusive, há caminhões, ônibus e veículos parados nas rodovias da região porque não conseguem seguir viagem.
Segundo Faitta, não é apenas o distrito que tem sofrido com as chuvas. Na área urbana já estava faltando combustível. “Conseguimos arrumar alguns atoleiros e os caminhões conseguiram chegar até aqui (Aripuanã) na quinta-feira à noite”, afirmou.  “A nossa preocupação é em relação ao escoamento da produção agropecuária e da madeira”, disse.
A Prefeitura já decretou situação de emergência e aguarda a homologação do decreto por parte da Defesa Civil do Estado. O isolamento de Aripuanã também se deve à situação que  se agravou porque o rio Vermelho transbordou. Outras rodovias estaduais não asfaltadas encontram-se em condições semelhantes, como a MTs 471 e 130.
O Governo do Estado informou que irá mandar máquinas para socorrer caminhoneiros que não conseguiram seguir viagem na MT-170, em Castanheira, a 780 quilômetros de Cuiabá, e estão parados nos atoleiros.
Paranatinga News

Responder

comment-avatar

*

*