Servidores da Justiça Federal entram em greve nesta terça-feira em MT

Categoria reivindica, entre outras coisas, reajuste salarial de mais de 30%.
Sindicato informou que 30% dos servidores devem permanecer trabalhando.

Servidores do Poder Judiciário Federal do Estado de Mato Grosso aderiam à greve nacional da categoria e paralisaram as atividades por tempo indeterminado, a partir desta terça-feira (29). O movimento conta com a adesão de servidores de outros três estados e do Distrito Federal e abrange servidores da Justiça do Trabalho, Justiça Eleitoral e Justiça Federal.

Conforme informou o Sindicato dos Servidores do Poder Judiciário Federal do Estado de Mato Grosso (Sindijufe-MT), 30% dos servidores devem permanecer trabalhando a fim de garantir a prestação de serviços essenciais como protocolo, mandados e decisões emergenciais e alvarás de soltura.

Umas das reivindicações da categoria é o reajuste salarial de mais de 30%, segundo o sindicato,  para repor as perdas da inflação referentes ao período entre 2006 e 2013. A classe também é contrária à unificação da carreira de servidores do judiciário federal e do estadual. De acordo com o sindicato, ‘o estatuto único não trará nenhum ganho salarial para as duas categorias’, cita trecho de nota do Sindijufe divulgada nesta terça-feira.

O servidores reivindicam também uma política salarial permanente, com a definição da data-base dos federais em 1º de maio; reposição inflacionária; valorização do salário-base; incorporação das gratificações; cumprimento por parte do governo dos acordos e protocolos de intenções firmados; a rejeição de qualquer reforma ou projeto que retire direitos dos trabalhadores; paridade entre ativos e aposentados; reajuste dos benefícios e antecipação para este ano da parcela de 2015 do acordo firmado em 2012 além do atendimento às pautas específicas de cada região. G1.MT

Responder

comment-avatar

*

*