Sete pessoas são feitas reféns durante roubo a residência em cidade de MT

Uma das vítimas tentou reagir e levou uma coronhada na cabeça.
Negociação durou cerca de 40 minutos e os suspeitos foram presos.

Sete pessoas de uma família foram feitas reféns em um assalto a uma residência, nessa terça-feira (9), no bairro Jardim dos Estados, no município de Várzea Grande, região metropolitana de Cuiabá. Por volta das 21h30, parte da família chegava de carro em casa quando foi surpreendida por três suspeitos. Dois dos assaltantes entraram na casa com as vítimas e outro ficou dando cobertura do lado de fora da residência. Um vizinho suspeitou do homem e acionou a polícia.

Dentro da residência, os suspeitos obrigaram as três vítimas que chegaram de carro e outras quatro que já estavam na casa a deitar no chão enquanto pegavam os pertences da família, colocando em sacolas. Em seguida, ordenaram que a família fosse para um dos quartos da residência. Naquele momento, um dos homens da família reagiu e tentou tirar a arma de um dos assaltantes. No entanto, a vítima acabou levando uma coronhada na cabeça. Os três suspeitos tinham apenas uma arma, um revólver calibre 32.

Quando a polícia chegou ao local, o homem que estava vigiando a casa entrou e tentou fugir pelos fundos, mas foi detido. O local foi cercado pelos policiais, que deram início às negociações. O assaltante que estava armado manteve uma mulher de 43 anos refém com a arma apontada para a cabeça dela. No primeiro momento, a exigência deles era sair do local sem ser preso.

Aos poucos os suspeitos liberaram os reféns e se entregaram. Toda a negociação durou cerca de 40 minutos. A Polícia Militar informou que as vítimas eram duas adolescentes de 12 e 13 anos; duas mulheres, uma com 20 e outra de 43 anos; e três homens, sendo um com 20, outro 35 e outro com 44 anos. O homem que foi agredido pelo suspeito foi encaminhado ao Pronto-socorro de Várzea Grande e levou cerca de 16 pontos na cabeça, segundo a PM.

Dois dos suspeitos detidos, de 19 e 22 anos, são irmãos sendo que o mais velho tem passagem por roubo a mão armada e posse de droga. O terceiro suspeito, também de 19 anos, tem passagem na polícia por tráfico de drogas. A Polícia Civil informou que os três foram encaminhados para o Centro de Ressocialização de Cuiabá (CRC), antigo Carumbé. G1 MT

Responder

comment-avatar

*

*