TRANSBANANAL: Obras terão início em 2013

O projeto executivo para as obras de interligação entre Mato Grosso e Tocantins pela rodovia Transbananal BR-242, está em fase de conclusão, com previsão para início das construções em 2013. A rodovia que prevê a pavimentação de 192km e a construção de uma ponte estaiada com 2.600m de extensão sobre o rio Araguaia será executada pela modalidade PPP (Parceria Público Privada), onde inclusive já estão definidas as empresas financiadoras. Os projetos aguardam ainda pela conclusão de tramites junto ao IBAMA, Ministério do Meio Ambiente, FUNAI e Ministério Público Federal.

As obras, orçadas em aproximadamente R$ 1, 053 bilhão serão executadas pelo Governo do Tocantins. Entre os principais empreendimentos está a construção de uma ponte estaiada sobre o rio Araguaia com 2.600m de extensão e a pavimentação de 92 km da BR-242 atravessando a Ilha do Bananal até o município de Formosa do Araguaia/TO. A Ilha do Bananal é a maior ilha fluvial do mundo abrigando os povos indígenas Carajás à margem do Araguaia, e Javaés às margens do rio Javaés, em Tocantins.

Ao longo da rodovia serão instaladas seis pequenas pontes sobre os rios Javaés, San Rocan, Riozinho, Jaburu, 23 e 24, o que totalizará 1.100 metros de área construída, além da construção de uma ponte estaiada de 2.600m sobre o rio Araguaia. O percurso também contará com muretas de concreto e tela de proteção para evitar o acesso de animais à rodovia.

A preocupação ambiental foi dimensionada no projeto de construção da TO-500. O Estudo de Impacto Ambiental possui uma destinação orçamentária inicial na ordem de R$ 50 milhões, o que equivale a 5% do valor da obra. O projeto também prevê compensações socioeconômicas às comunidades indígenas residentes na ilha. Dentre as propostas está a criação de um pedágio no qual um percentual será repassado às aldeias, por meio da FUNAI, além da capacitação dos indígenas como guias turísticos, na intenção de fomentar o turismo em terras indígenas.

No projeto, o Governo de Mato Grosso assume o compromisso de fortalecer a malha viária ligada ao Norte Araguaia, fomentando o escoamento da produção não apenas regional, mas nacional otimizando a travessia leste/oeste, interligando as BR-163, BR-158 e BR-242.

O fortalecimento do agronegócio, do potencial turístico e até mesmo a estruturação da saúde no Norte Araguaia que possui estreitas relações com Palmas, será estabelecida de forma contundente, com resultados efetivos. Um dado importante, com a construção da rodovia, a capital Palmas ficará a menos de 400km dos municípios que margeiam o Araguaia, fortalecendo o vínculo comercial, turístico e de apoio à saúde. Se compararmos, São Felix do Araguaia está a 1.200km de Cuiabá, com a rodovia, estará a pouco menos de 400km de Palmas. Outro dado relevante, hoje o Tocantins é o principal fornecedor de matéria prima para o Norte Araguaia, a exemplo do calcário e do fosfato para correção do solo.

Olhar 21

Responder

comment-avatar

*

*