Travestis pedem ajuda a autoridades para acabar com a violência

Um grupo de travestis esteve reunido com alguns vereadores de Rondonópolis e com o comando da Polícia Militar e Civil para debater sobre a violência nas ruas da cidade, na tarde de segunda-feira (20/05). O grupo informou às autoridades que tem sofrido perseguições, ameaças e que são frequentemente vítimas de assaltos.

Uma das integrantes do grupo, que prefere não se identificar, disse que não aguenta mais essa situação, pois os ataques têm ocorrido diariamente. “Eles nos atacam em grupo sempre armados com faca ou revólver pedem dinheiro, celular e se não dermos eles nos matam. O pior que tem muitas crianças de sete e oito anos que estão sendo usadas para nos passarem aterrorizar”, conta.

A representante do grupo contou que por diversas vezes registraram Boletim de Ocorrência sobre a violência, mas que nem sempre são atendidas e nem levadas em consideração devido ao preconceito da sociedade. “Isso é uma questão de direito, isso é um pedido de socorro de um ser humano”, fala.

O comandante da Polícia Militar, Major Sandro, assim como o delegado regional da Polícia Civil, Henrique Meneguelo, se comprometeram em realizar uma ação conjunta para combater esses tipos de crimes na cidade.

Os vereadores presentam também externaram o seu apoio à causa e por isso fizeram essa intermediação com as autoridades militar e civil. Entre os presentes estavam os parlamentares Adonias Fernandes (PMDB), Claudio da Farmácia (PMDB), Dico (PPS), Ibrahim Zaher (PSD) e Jailton do Pesque Pague (PDT).

OUTRO LADO

Aproveitando o encontro, o comandante da Polícia Militar, Major Sandro, pediu para que os travestis que fazem programas principalmente em ruas movimentadas como é o caso da avenida Presidente Médici tenham mais pudor em relação as roupas usadas.

Segundo o comandante esse é um pedido dos próprios comerciantes que possuem seus estabelecimentos nesses locais e que ficam constrangidos com a tal situação. Os empresários alegam que isso acaba prejudicando o seu negócio.

Responder

comment-avatar

*

*