TSE diz que cargo de Maggi pertence ao PR

O senador Blairo Maggi não poderá deixar o PR (Partido da República) sob pena de perder o seu mandato no Senado. A decisão foi anunciado pelo Tribunal Superior Eleitoral atendendo a uma consulta de Maggi que, insatisfeito dentro do partido, desejava mudar de sigla.

Nesta semana o TSE deu o parecer tão aguardado por Maggi e seus dois suplentes. “Senador da República que, acompanhado de seus dois suplentes, altere sua filiação partidária estaria sujeito à perda de mandato, nos termos do art. 13 da Resolução TSE nº 22.610, de 2007”. Os mandatos eletivos pertencem ao partido (no caso o PR).”
Portanto, depois de ter sido preterido pelos republicanos que não o apoiaram para ser um dos ministros da presidente Dilma Rousseff, Blairo Maggi fica entre a cruz e a encruzilhada, ou aceita permanecer no PR em que pese não ter ambiente dentro da sigla ou deixa a carreira política que vem consolidando em Brasília para disputar um novo cargo eleitoral no ano que vem.
Via: aguaboanews

Responder

comment-avatar

*

*