Unemat divulga Administração; prefeito ainda tenta trocar por Engenharia em Nova Xavantina


A Unemat irá oferecer a partir do segundo semestre de 2012 nove cursos de graduação novos instalados em diferentes campi. Serão criadas 350 vagas no ensino superior gratuito, representando uma ampliação de quase 20% no número de pessoas atendidas pela Unemat. Entre os cursos aprovados estão Medicina em Cáceres, Direito em Alta Floresta, Barra do Bugres e Pontes e Lacerda, Administração em Juara e Nova Xavantina, Engenharia Elétrica no campus de Sinop, Geografia em Colíder e Engenharia Civil em Tangará da Serra.

A implantação dos novos cursos foi feita de forma planejada a partir de pesquisa de demanda realizada pelos campi, em atendimento a áreas estratégicas para o desenvolvimento regional.

Para o reitor, a sociedade de Mato Grosso será beneficiada pela expansão dos serviços oferecidos pela Universidade.

Atualmente, a universidade oferece 1.800 vagas em cada vestibular semestral, para 44 cursos regulares instalados nos campi de Alta Floresta, Alto Araguaia, Barra do Bugres, Cáceres, Colíder, Juara, Luciara, Nova Xavantina, Pontes e Lacerda, Sinop e Tangará da Serra. (Com Assessoria).

NOVA XAVANTINA

implantação do curso de Engenharia Civil no município, pretendida por diversos setores da comunidade, conforme pesquisa de opinião feita no Campus da UNEMAT local e nas escolas de ensino do nível médio.

Segundo o Coordenador do Campus, Profº Joaquim Manoel da Silva, o ato seguiu os tramites normais da universidade, uma vez que já estava agendado a criação do curso de Administração para Nova Xavantina, conforme a pauta da sessão, que foi mantida.

“Levamos toda a documentação da pesquisa, todo o processo que gerou o pedido da comunidade e o Magnífico Reitor considerou o nosso pleito, mas não para aquela reunião, cuja agenda já estava definida. Ele nos garantiu que o assunto será tratado na próxima reunião, que deverá acontecer no final de dezembro próximo” disse Joaquim.

Para o prefeito Gercino Caetano Rosa, a vinda do curso de Engenharia Civil para Nova Xavantina agora depende da comunidade, do esforço comum de todos em prol deste objetivo: “Todos os que quiserem ajudar, somar conosco na esfera política ou pessoal no sentido de ajudar a viabilizar este grande benefício para a comunidade, será bem vindo, pois o curso sem dúvida abrirá novas e promissoras perspectivas para a nossa população” disse Gercino.

A proposta de criação do curso de Engenharia Civil para Nova Xavantina foi um processo que envolveu o Poder Executivo Municipal, todos os vereadores, professores, alunos da UNEMAT e da rede de ensino de segundo grau da cidade.

O prefeito já havia enviado ofício no último dia 10 de setembro ao MD Reitor da UNEMAT, Profº Adriano Silva; para o Vice Reitor Profº Dionei José da Silva e para os conselheiros do CONEPE; assumindo o compromisso de construir quatro prédios de alvenaria de no mínimo 165 m2 cada para a implantação dos laboratórios do curso. No mesmo ofício, se comprometeu a angariar recursos junto ao Estado e União para equipar os laboratórios e adquirir a bibliografia especializada.

NotíciasNX

Responder

comment-avatar

*

*