Usuários reclamam ausência da Polícia Federal no bloqueio da BR-158 pelos índios xavantes

Desde as seis horas da manhã desta quarta feira, 26, está bloqueada a BR-158 à dois km do Rio Areões, no município de Água Boa pelos indígenas xavantes da Aldeia Mutum, que reivindicam a soltura do indígena Aurélio, preso na última sexta feira, 21, por dirigir alcoolizado na BR-158, portar munições no veículo e o mesmo estar adulterado.

Vários quilômetros de congestionamento já se verifica na rodovia, nos dois sentidos, enquanto se aguarda uma ação das autoridades. Passageiros do ônibus da Viação Xavante, que ia no sentido NX-ÁGua Boa, reclamaram à reportagem sobre a ausência da Polícia Federal no local do bloqueio. Até por volta das 9.30 horas da manhã, ainda não havia aparecido nenhuma autoridade civil ou policial para tentar uma solução, segundo informaram os passageiros. Apenas a imprensa -TV Cidade e site Interessante News- estiveram no local.

Lideranças indígenas afirmaram que o bloqueio é por tempo indeterminado, e só se encerrará com a soltura do indígena Aurélio. Eles afirmam que foram enganados pela Justiça da Comarca, que transferiu o indígena para a Penitenciária de Água Boa, ao contrário do que fora combinado.

A rodovia BR-158 interliga todo o Vale do Araguaia até a divisa com o Estado do Pará, e é a artéria central para o escoamento da produção da região. Os usuários estão impacientes, pois se sentem abandonados pelas autoridades policiais, já que até o momento nenhuma guarnição esteve no local. Interessante News

Responder

comment-avatar

*

*