Várzea Grande. Família confirma morte cerebral de jovem de 14 anos baleada pelo namorado

A família da jovem Mirella Santana de 14 anos, que foi baleada pelo namorado com um tiro de espingarda na tarde do último sábado (07), recebeu na manhã desta segunda-feira (9) a notícia de que a vítima teve morte cerebral durante a madrugada enquanto aguardava uma vaga na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) no Pronto-Socorro de Várzea Grande.

O suspeito de cometer o crime contra a jovem, Pablo Fabiam Martines, 21, continua foragido. Segundo informações da Polícia Militar, ele teria usado uma espingarda calibre 20 para atirar na menina. O tiro transfixou a mão dela e atingiu no olho e fragmentos da munição ficaram alojados em seu cérebro.

A irmã da vítima, Franciele Santana, relatou ao Olhar Direto que os policiais trabalham com a hipótese de que, na tentativa de manter relações sexuais com a jovem, Pablo estaria apontando a arma para a o rosto da namorada quanto ocorreu o disparo. Para se proteger a jovem colocou a mão no rosto, porém, o fato de o tiro ter partido de uma espingarda calibre 20, que possui um alto poder de ‘destruição’, o tiro ‘explodiu’ a mão da jovem e perfurou o olho.

Franciele disse que um dos motivos da morte cerebral seria negligência por parte do Pronto Socorro de VG, que por não ter UTI disponível permaneceram com a vítima no box de emergência. “Minha irmã estava mal e eles permaneceram com ela no box e agora chega a notícia de que ela teve morte cerebral. Nossa família está arrasada. Estamos pedindo orações para ela, porque ela está sendo transferida para o Pronto Socorro de Cuiabá (PS)”, disse.

De acordo com a irmã, Mirella conhecia Pablo há muito tempo, porém eles namoram há 20 dias. O tratamento da vítima segue em Cuiabá, no Pronto Socorro. O crime continua sob investigação da Polícia Civil.

Responder

comment-avatar

*

*