Vereador denuncia situação precária das ambulâncias do município

O vereador recém empossado, Davi Lemes (PSC) destacou hoje em sua fala durante a realização da 39ª Sessão Ordinária da Câmara Municipal de Rondonópolis, a situação das ambulâncias gerenciadas pelo município. Segundo o vereador apenas uma ambulância atende os pacientes de alta e média complexidade que precisam serem levados para exames na Capital.

“Essa ambulância está com um problema mecânico que precisa rapidamente de uma peça nova. Esta peça não foi encontrada em nenhum lugar do Centro Oeste”, e continuou. “Todos sabem que esses exames tem hora marcada, eu fiquei preocupado, já que ela pode quebrar a qualquer momento durante uma das viagens fazendo o paciente perder a consulta”, diz Davi Lemes.

Um levantamento feito pelo próprio vereador mostra que de janeiro a setembro, esta ambulância andou mais de 80 mil quilômetros e gastou cerca de R$ 14 mil em manutenção e  R$ 31 mil em combustível. No cálculo, é possível afirmar que cada quilômetro custou a prefeitura de Rondonópolis cerca de 0,55 centavos.

“Quando é preciso usar outra ambulância o município aluga de uma empresa particular. A viagem para Cuiabá chega a custar R$ 1,5 mil, ou seja, cerca de R$ 3,50 por quilômetro e isso é uma diferença muito grande”, argumenta Davi.

AMBULÂNCIAS LOCAIS

Além deste carro, outras três ambulâncias atendem Rondonópolis, porém estas são só para transportar pacientes entres as unidades de saúde locais. Cada carro anda em torno de 200 a 300 quilômetros por dia. Agora MT

Responder

comment-avatar

*

*