Vereadores acusam Silval de prejudicar comércio de Cuiabá com demora de obras; Secopa diz que prefeitura autoriza interdições

A suposta demora para entrega das obras da Copa do Pantanal Fifa 2014, executadas pelo governo de Mato Grosso, o fechamento de vias públicas sem discussão com a sociedade e a ausência de um cronograma de liberação das vias interditadas estaria prejudicando sobejamente o comércio de Cuiabá e, em alguns casos, até mesmo levando empresas à situação pré-falimentar. Estes são apenas alguns dos itens apontados pelos vereadores durante sessão ordinária, na tribuna da Câmara de Cuiabá, nesta quinta-feira (15), como falhas grotescas da Secretaria Extraordinária da Copa do Pantanal (Secopa).

Durante a sessão, os vereadores Mário Nadaf (PV), Renivaldo Nascimento (PDT), Wilson Kero Kero Nonato (PRP), Oséias Machado (PSC) e Leonardo de Oliveira (PTB), líder do Executivo na Câmara, se revezaram na tribuna com críticas de diferentes quilates sobre o ritmo, a qualidade e possíveis falhas nas interdições de ruas e avenidas.

Somente o vereador Dilemário Alencar (PTB), presidente da Comissão Especial de Apoio e Acompanhamento das Obras da Copa do Pantanal 2014, defendeu a Secopa. Ele disse que está pré-agenda para a primeira quinzena de setembro, no plenário do Palácio Pascoal Moreira Cabral, uma grande audiência pública com o secretário Maurício Guimarães, titular da Secopa; com participação do movimento comunitário, Conselho Regional de Engenharia (Crea), CAB, Federação do Comércio (Fecomércio), CDL, Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) e outras entidades.

“A Secopa está levando pânico para os comerciantes da Avenida XV de Novembro, no Porto. Anunciou que a avenida será fechada. Mas não está claro quando ocorrerá a interdição nem o tempo que irá durar. Muitas empresas são familiares e correm sério risco de ‘quebrar’, se demorar muito para o trânsito voltar ao normal”, argumenta Nadaf, que é morador do bairro do Porto, um dos mais tradicionais da Cidade Verde.

Numa manifestação surpreendente, o vereador Leonardo de Oliveira lamentou que a Secopa esteja fazendo interdições em vias públicas, mas demorando demais para iniciar as obras. “Vejam a Avenida Coronel Escolástico, que está parcialmente interditada há mais de 90 dias, mas até hoje as obras não tiveram início e os comerciantes acumulam prejuízos”,

Os vereadores de Cuiabá deseja que a Secopa entregue à Câmara Municipal um calendário com a inauguração das obras da Copa do Pantanal Fifa 2014.

Outro lado

A assessoria da Secretaria Extraordinária da Copa informou que todas as interdições são previamente discutidas por técnicos da Secopa e da Secretaria Municipal de Trânsito e Transporte (SMTU).

Especificamente sobre a Avenida XV de Novembro, a informação é de que estará aberta aos moradores e comerciantes. Já o trânsito normal será feito pela Avenida Tenente Coronel Duarte (Prainha), que hoje funciona em formato de binário com a XV.

Quando às obras da Avenida Coronel Escolástico, entre o Areão e o bairro Bandeirantes, assessoria da Secopa explica que não há interdição, mas, sim, a utilização de uma via.

O calendário com prazo de inauguração das obras, porém, não foi anunciado. (Colaborou Jardel Arruda) Olhar Direto

Responder

comment-avatar

*

*