Vereadores de Canarana apresentam para Senador Pedro Taques, resultado de audiência realizada em Serra Dourada

Vereadores de Canarana apresentaram ao senador Pedro Taques (PDT) resultado de audiência pública para debater em que área da cidade parte das emendas parlamentares do senador deve ser aplicada. Conforme audiência, a prioridade do município é a pavimentação e drenagem das avenidas laterais da BR-158. O encontro aconteceu nesta segunda-feira (26.11), em Cuiabá.

Pedro Taques destacou a importância do debate com a população e a iniciativa da Câmara em promover a audiência. “O povo é o titular do poder na democracia, daí a importância do debate, de escolher ouvir o que os cidadãos querem. A escolha da destinação de recursos dessa maneira confere transparência e democratização da decisão”, disse Pedro Taques.

Participaram do encontro com o senador os vereadores Enio Haas (PDT), Gema Favreto Colling (PT), Jocasta (PSD) e Airton Braz Roza (PP). Eles mostraram que a audiência pública, realizada no dia 16 de novembro deste ano, foi amplamente divulgada na cidade e contou com a participação popular. Incluíram nos documentos entregues ao senador, inclusive, fotos mostrando o estado deteriorado avenidas laterais da BR-158, no perímetro urbano de Canarana.

O senador ressaltou que, independente de emendas, o gabinete irá trabalhar para levar recursos da União para a cidade, através das transferências voluntárias com parcerias e programas.

Por telefone o vereador Enio Haas que está em Cuiabá, entrou em contato com o Agua Boa News e disse que o destino desta emenda é para os serviços da BR-158 no distrito de Serra Dourada. Outras solicitações foram feitas para o senador, como a travessia urbana.

Plano Taques – Consiste num método de distribuição de emendas que leva em conta o Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) e o Índice Firjan de Desenvolvimento Municipal. A cada ano será escolhido um grupo composto pelos 15 maiores e os cinco menores municípios do estado. Até o final do mandato do senador, os 141 municípios de Mato Grosso serão contemplados.

De acordo com o cronograma, as cidades devem realizar audiências públicas para definir em qual área os recursos serão aplicados. Além disso, uma reserva de 30% do valor global das emendas individuais irá atender outros cinco municípios que cumprirem os requisitos do que foi denominado Plano Taques.

Responder

comment-avatar

*

*