Visual e motos extravagantes são atrações de Encontro de Motociclistas de MT

O visual extravagante de alguns motociclistas é um dos atrativos do maior encontro de motociclistas de Mato Grosso, realizado  na cidade de Barra do Garças (506 km de Cuiabá). O evento começou dia 18 e prossegue até o dia 22 de junho, com shows,  dezenas de estandes com equipamentos e acessórios para quem gosta de moto. 

E os motociclistas com visual extravagante estão espalhados no meio da multidão e fazem o maior sucesso com o público. Com calças e jaquetas de couro, barbas e cabelos compridos e usando motos exóticas carregando chifres ou caveiras de cabeça de boi. Eles se tornam personagens diferentes no Motorcycle de Barra do Garças. 

Esse visual diferente faz dos encontros de motociclistas em todo o país e em Barra do Garças não é diferente. O Motorcycle de Barra está na 17ª edição e se tornou um dos encontros mais comentados no país. Um dos grupos que chama atenção é dos Lunáticos do Asfalto de Cuiabá que mantém essa tradição de visual extravagante. Os integrantes do grupo são,  na maioria,  empresários e profissionais liberais que têm  em comum o amor pela moto. 

“Nós estamos aqui pelo sétimo ano consecutivo e o encontro de Barra é um dos mais comentados do país”, explicou Vasco Fioreze que trabalha com torno e solda em Canarana e pertence ao grupo Aventureiros do Xingú. Ele está no Motorcycle de Barra com uma moto Shadon de 750 cilindradas da Honda. 

Fioreze fez vários elogios a cidade pela organização do evento e lamentou a portaria do Poder Judiciário que tenta proibir manobras como zerinho dentro da área do evento. “No espaço do Motorcycle nunca houve acidente por isso acho muito rigorosa essa medida”, frisou o motociclista de Canarana.

olhardireto


Sem Exageros

Durante a noite de quinta-feira (19) a movimentação foi grande no Porto do Baé e a Polícia Militar (PM) chegou abordar alguns motociclistas que estavam se exibindo para as pessoas e acabaram sendo hostilizados pelo público.  Apesar da reclamação,os policiais  informaram que o trabalho terá continuidade, seguindo a uma orientação do Poder Judiciário. 

Responder

comment-avatar

*

*